Aqui haverá postagens interessantes sobre vários assuntos, alguns é claro, polêmicos, para provocar debates. Obrigado pela visita, tenha uma agradável leitura! Obs. Desaconselhável para menores de 16 anos, por conter palavras inapropriadas e/ou temas adultos!



WEB

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

CHEFE SECRETO! DOMINGO, 04/10/2015 - MAIS EMOÇÃO NO FANTÁSTICO!




http://adezan.com.br/apresentacao/

Nesse novo episódio do Chefe Secreto, o Fantástico escolheu Pedro Stivalli, de 46 anos, sócio-diretor do grupo Adezan, empresa que atua desde desde 1983 com clientes de diversos segmentos da economia brasileira, o grupo Adezan é referência no mercado por oferecer soluções completas, inovadoras, customizadas e sustentáveis para toda a cadeia de Suprimentos. Com sede em São Paulo, a empresa esta presente em todo o território nacional por meio de unidades industriais, operações logísticas, mão de obra in company, transportes terrestres, armazéns e escritórios. As empresas do grupo Adezan, hoje consolidadas pela Adezan – Logística&Embalagens, Log.com, Adezan Rental e Global, estão comprometidas em desenvolver as melhores soluções em embalagens industriais e logística para seu negócio.

 Terminal Retroportuário – REDEX 
http://adezan.com.br/logistica-redex/

Fundada em 1983, a Adezan é referência em EMBALAGENS INDUSTRIAIS e PROCESSOS LOGÍSTICOS. Atualmente, é a maior fabricante de embalagens para vidros planos e alumínio da América do Sul. Com 26 unidades em todo território nacional, a Adezan oferece os serviços de:
-Engenharia e Fabricação de Embalagens
- Logística In Company,
- Armazém Geral,
- Logística Têxtil, Varejo, moda e E-commerce
- Terminal Retroportuário com REDEX.


https://www.youtube.com/watch?v=NyMlV73Xxeg

Além de conhecer os seus subordinados pessoalmente, coisa que estando dentro de quatro paredes na diretoria, torna-se impossível, serve para avaliar pessoalmente os gargalos dentro da empresa, o que não esta certo e o que pode ser melhorado. Fatos esses que, para conhecimento e a respectiva tomada de decisão, seriam necessários a contratação de empresas especializadas em assessorias empresariais, com altíssimo custo além do tempo gasto neste tipo de trabalho, faz com que em questão de dias, já possa fazer uma avaliação e rápida decisão em proceder as alterações necessárias. Contudo, o empresário Pedro Stivalli, de 46 anos, sócio-diretor do grupo Adezan, é muito chão de fábrica, e sendo assim é muito conhecido pelos funcionários, e sabia que o risco de ser reconhecido era grande. Ele tomou como identidade secreta o nome de Eduardo, funcionário recém contratado. A missão começou na Unidade de São Vicente, litorial de São Paulo. A desculpa dessa vez para a presença das câmeras é que era para fazer um vídeo da empresa.
 

 
http://adezan.com.br/logistica-redex/
 

E já começou a ver os problemas e ouvir as sugestões de mudanças necessárias. A instalação de mais uma esteira, facilitaria como também agilizaria o carregamento. Não demorou muito e os funcionários começaram a desconfiar do colega Eduardo. Um colega chega para ele e diz que o Paçoca afirmou que ele era o Pedro. Eduardo, então disfarça, mas não consegue ser convincente. Desconversa daqui, desconversa dali. Mas segurar essa onda não será nada fácil. A suspeita se espalhou pela fábrica. Mas só um teve certeza, o Adailton, mais conhecido como mãozinha. Pedro afirma que perto do final, ele falou assim. Oh, Pedro, parabéns, não tinha percebido e riu. Aí não teve como, e revelou a sua identidade secreta. Então, Pedro pede um grande favor para Adailton, para que não revelasse o segredo. Graças a discrição do mãozinha, o Chefe Secreto continuou a missão, mas mudou de endereço e também de horário. Agora ele iria para o Centro de Distribuição-Logística na Unidade de Araçariguama-SP e precisnado mudar os planos.



   
https://m.facebook.com/pedroeduardo.stivalli

Começou a trabalhar no terceiro turno. Terceiro turno significa entrar às 10 da noite. O diretor-espião vai varar a madrugada trabalhando. Tudo para evitar contato para quem conhece o Pedro. Nesse Centro de Distribuição são recebidos materiais nacionais e importados, e que são etiquetados, armazenados e distribuídos para 450 lojas do Brasil todo. A chefe da seção, o interpela: - Boa noite. Tudo bem? Descobri que você esta de aliança e não pode porque é norma de segurança. Levando uma dura da chefe. E Pedro, começa a trabalhar. Logo em seguida ele afirma para quem trabalha à noite tem que ter pique. Outro colega lhe chama a atenção: - A caminhada não acabou ainda não! Pelo contrário amigo, esta apenas começando. Pedro carrega os carrinhos de um lado para o outro, e ainda nessa noite ele vai andar quilômetros puxando esse carrinho. Ele puxa conversa. - É bom porque perde caloria, né? - Academia. Nesse dia dia Eduardo foi apresentado como funcionário no segundo dia de trabalho. E quando é interpelado, dia que era de Manaus-AM, e que agora estava vindo para São Paulo. Só que esse papo de Manaus já tinha complicado no início dessa missão. 
 
 
 http://redeglobo.globo.com/sp/tvtribuna/noticia/2015/09/chefe-secreto-do-fantastico-passa-por-experiencia-em-sao-vicente.html

E agora novamente vem esse tema. Então, o funcionário pergunta: - Quantos habitantes mais ou menos? A resposta é um: - Pô cara, não sei, cara! Então ele resolveu redirecionar a conversa – Minha esposa, ela arrumou trabalho aqui, né? - Sua esposa trabalha com o quê? Então, tentando se desvencilhar da melhor maneira possível, ele afirma gaguejando: - Ela arrumou emprego de telemarketing! E a coisa começa a ficar pior. - E a filha do senhor fica com quem quando você tá trabalhando e a esposa também? - Então, tá com o meu cunhado, tá, tá, tá com a minha cunhada, né? - Que empresa que a sua esposa....ela representa? Aí se embananou todo. - Chama...chama. Deu branco! Então, ele, Eduardo, vê uma moça em cima de um carrinho carregando caixas, e pergunta: - Tem que ter treinamento para dirigir isso aí? Ela responde que sim. A moça é Adriele Santos, auxiliar de serviços gerais, ela tem 20 anos, mais conhecida como “Drica” vai ensinar o serviço para o novato. Eles vão armazenar uma carga que acabou de chegar. Então, Eduardo faz as suas contas: - Cinquenta e um. - Cinquenta e um? Certeza? Pergunta Adriele. - É, não é? – Ver de novo? Na nova contagem dá cinquenta e dois. - Olha! Mas a “Drica” esta ligada. Ao colocar na prateleira uma caixa há o sinal de que o endereço esta vazio. - Será que eu digitei errado? Pergunta Eduardo. - Digitei errado. Fui eu que fiz besteira. - Já errrei aqui, ó! - Como é que faz pra voltar? - Amarelinho. - Não, você esqueceu de apertar o amarelinho. Então, ele chega a conclusão que se digita coisas que não precisaria digitar. 


   
http://www.louvaiadeus.com.br/novo/2015/10/05/chefe-secreto-revela-disfarce-e-se-emociona-com-seus-funcionarios/

Mas esse sistema aí, que controla todo o processo de armazenagem dos produtos, é aquele que o próprio Pedro idealizou. Agora na prática ele afirma. - Não é uma sequência que você lê aqui e vai na sequência lógica, né? O consultor de carreiras, Max Gehringer, pergunta a Pedro: - Foi um sistema que você ajudou a desenvolver, a implementar, a treinar as pessoas e deve ter imaginado que estaria funcionando às mil maravilhas. Foi lá e descobriu que não? - Exatamente! -É a diferença entre o desenvolvimento e a prática. Eu percebi que algumas funções poderiam ser modificadas para ficar bem mais simples. A “Drica” faz engenharia de produção. Ela é a única funcionária da madrugada que esta na faculdade. Sai da empresa às 06 da manhã, e vai direto para aula Em entrevista, ela sonha em ter um cargo maior. - Gerência. Talvez. Alto né? Eduardo concorda. - Sinceramente, a menina é uma guerreira. Trabalha a noite toda, sai daqui, direto para a faculdade, e antes de vir para cá, ainda faz um curso de logística. Mas a “Drica” já foi traída pelo cansaço. - Acabei dormindo em cima da transpaleteira e acabei batendo numa estrutura. Pedro ri da situação agora. Mas na ocasião, foi ele quem assinou a suspensão da “Drica”. 

 
   
https://br.linkedin.com/pub/pedro-stivalli/84/161/b73

Ela poderia ter atingido outro funcionário ou se machucado, afirma Max Gehringer, e continuou. - A direção pensou até em demití-la. Já pelas 05 horas da manhã, Eduardo afirma que esta bem cansado e com muito sono. Na segunda madrugada, a missão, volta-se para outro setor na unidade do Centro de Distribuição E-Commerce, também em Araçariguama-SP, o qual despacha os produtos vendidos pela internet. O Edurado vai ajudar a Camila Gouveia, auxiliar de serviços gerais. Logo de cara, constata a falta de espaço entre as prateleiras. A Camila esta há três meses na empresa, período de grandes mudanças na vida dela. - Eu me separei. Passei por momentos difíceis e decidi morar sozinha com os meus filhos. As duas filhas pequenas ficam com a babá para a mãe poder trabalhar. - Eu não tinha nada. Não levei nada. Peguei as minhas filhas, apenas as minhas filhas e minha roupa. Apesar do pouco tempo de convívio, as colegas se sensibilizaram. Fizeram uma vaquinha e deram uma geladeira para a Camila. Então, Eduardo pergunta: - E o resto de mobília, já tem, já? Ou não? A resposta é um triste não! -Tem que ir comprando agora né? Pergunta Eduardo. - É! Mas aos poucos eu vou conseguir! 

 
  
http://g1.globo.com/fantastico/quadros/chefe-secreto/noticia/2015/09/novo-chefe-secreto-se-infiltra-disfarcado-entre-seus-funcionarios.html

A atitude do pessoal em se mobilizarem pra ajudá-la, impressionou muito a Pedro. Agora, a tarefa é colcar as etiquetas com os endereços dos clientes nas encomendas. - A caixa nbão tem sequência, né? - Não. Tá tudo misturado. Você tem que ir procurando. Quandro Eduardo acha a caixa, não acha a etiqueta. E quando acha a etiqueta não acha a caixa. - Vocês estão me sabotando isso sim. - Você confere isso daí, pois se der errado aí você vai procurar tudo sozinho. - Eu? Ah, se ela soubesse! - Tá meio difícil ainda. - Tá tentando, né? - Você tá meio folgada! Retruca Eduardo. Pedro afirma ter encontrado mais problemas do que esperava. Foram quatro dias de trabalho. Duas madrugadas. Ele foi reconhecido, mas não abandonou a missão. Finalmente, agora sim, é hora de contar a verdade. Antes é claro, Pedro convocou uma reunião de diretoria. - E tem bastante coisa para conversar! O diretor, cobrou a instalação do sistema que controla a entrada e a saída de carga da Unidade de São Vicente. Chega de papelada e desorganização. Ele também decidiu criar um proggrama para quem der boas idéias para agilizar o serviço. Em São Vicente, agora são dois ajudantes por conteiner por sugestão do funcionário Leandro. 
 

   
https://www.facebook.com/adezanlogisticaembalagens/photos/a.371378952936267.83958.233613086712855/787315331342625/


Na fábrica, a nova esteira que o Mazãozinha idealizou já foi instalada. E resolveu também chamar as pessoas que conheceu e resolveu chamá-las a sede, com a desculpa de que eles iriam avaliar o Eduardo. O primeiro a ser recebido é o Lucas Badini, conferente, da Unidade de São Vicente, que não reconheceu o Eduardo, agora na pele de Pedro. Lucas é bem humorado, e isso foi ressaltado por Pedro, pois é muito importante para o ambiente de trabalho. Quando trabalharam juntos, Lucas contou para o Pedro que nunca tinha viajado de avião. Então, Pedro começa se emocionar e também ao Lucas, ao prometer que irá lhe dar uma passagem de avião para o Rio de Janeiro, irá ter um dia de turismo, irá almoçar num lugar legal, e irá viajar de avião pela primeira vez Lucas coloca as duas mãos sobre a face, parece não acreditar no que esta acontecendo. Encerra a parte de Lucas com imagens dele aos pés do Cristo Redentor. Também foi criado um programde bolsa de estudos para os funcionários. 
 

 
 https://www.youtube.com/watch?v=w0cnAIFnMnc


E a empresa quer bancar a faculdade do Lucas e do Marcos Gomes da Silva, líder de Logśitica, o chefe de Lucas. Então é vez de Marcos que é ex-usuário de drogas, Pedro, começa dizendo que uma frase que você faloiu que me ganhou muito: - Quando vocês forem fazer alguma coisa, procura fazer como se vocês tivessem fazendo pra Deus. Você vai fazer sempre o seu melhor. E continua Pedro: - Uma pessoa que pensa nisso, faz as coisas com amor. Mas a emoção tomou conta de Pedro e suas palavras foram cortadas por um choro que não conseguiu conter. Para, olha para o chão, não sabe o que fazer enquanto as lágrimas lhe cobrem a face e finaliza muito emocionado: - Eu tenho orgulho de trabalhar com você, cara! Hoje, Marcos participa de um projeto social que usa o futebol para tirar pessoas da dependência química. A empresa quer ajudar. - Nós vamos a cada mês patrocinar um churrasco pra você, vamos fornecer as camisas, jogos de camisas para o pessoal poder jogar. O Marcos ganhou também uma viagem para Maresias, litoral de São Paulo. Marcos reconhece: - Foi uma experiência única. É sinal que a gente esta atendo a expectativa da empresa, a gente esta no caminho certo. Agora é a vez da Camila. A mãe que cria sozinha as duas filhas e que ganhou a geladeira dos colegas de trabalho. - Eu percebi que você é uma realmente uma pessoa focada, que gosta do trabalho e faz muito bem feito e pela sua história de vida. Decidimos de dar uma ajuda e a gente vai acabar de mobiliar a sua casa. Camila chora, acho que todos a que assistiram ao Fantástico também, assim como eu. 


 
http://www.maispb.com.br/128977/chefe-secreto-revela-disfarce-e-se-emociona-com-seus-funcionarios.html

Mais uma história de vida com um final pra lá de feliz. Camila esta chorando, mas agora é um choro de alívio, não somente para ela, mas principalmente para as duas filhas que ela batalha tanto. Ela não acredita, pensa ser um sonho que pode se acabar logo. Não é só lágrimas, é um choro alto, incontrolável. Emocionante. - Obrigado meu Deus! São as únicas palavras que conselgue balbuciar entremeadas com o seu choro não mais contido. - Eu não palavras para agradecer. - Não precisa me agradecer não, também muito emocionado. Mas não para aí. A gente também esta conseguindo uma creche para você, para você não precisar pagar babá. - Só Deus sabe como eu estou preocupada de pagar tudo sabe, de não deixar faltar nada para as minhas filhas. - Só não para nessa caminhada nunca. Pede Pedro. Camila promete que sim. É um abraço fraterno entre empregado e patrão, muito comovente. Além dos móveis, a casa da Camila, ganhou uma bela pintura. A cena agora mostra a Camila com suas duas filhas, uma no colo e outra segura pela mão, entrando em seu novo lar, agora mobiliado. Fogão novo, camas novas. - Até os pequenos detalhes, talheres, tudo, tudo! As crianças estão no seu braço agora no final da matéria, sem entenderem o que tudo aquilo ali significa. Alguns anos se passarão e elas terão a real dimensão daquele carinho. Finalmente chega a vez da “Drica”, a funcionária que dormiu pilotando o carrinho. Pedro começa, afirmando que será implantado o sistema de incentivo ao estudo, pra te ajudar no estudo como bolsista. 
 

  
http://g1.globo.com/fantastico/quadros/chefe-secreto/noticia/2015/10/chefe-secreto-revela-disfarce-e-se-emociona-com-seus-funcionarios.html

O interessante que só essa promessa, já fez a “Drica” derramar as primeiras lágrimas. Pedro também esta muito emocionado Então, continua: - Deixa eu respirar! Mas não consegue falar nada ao ver a reação de sua funcionária, que olha para o chão, também sem entender bem o que esta acontecendo. Pedro então tenta falar algo, mas não consegue ainda, tem enxugar as suas lágrimas primeiro. E não consegue falar outra coisa e continua com a mesma. - E agente vai te ajudar nos estudos tá? Então Pedro, afirma: - Eu olho pra você e me enxergo há 25 aos atrás. Eu trabalhava e estudava. O meu pai não podia pagar a faculdade para mim. A empresa vai pagar 90% da faculdade da Adriele, e não é só isso. A Adriele ganhou um estágio de dois meses na área de engenharia. - Se você tiver o perfil pra vaga, aí realmente você vai ser efetivada na vaga da engenharia. E ela foi. Agora ela é funcionária do Departamento de Qualidade. O salário dela aumentou em 50%. - Um dia você trabalha na operação. Você é auxilar operacional e noutro dia você acorda numa mesa, falando com o seu diretor cara-a-cara, sendo promovida. É coisa de outro mundo! Chegou o grande momento de revelar o segredo para toda a empresa. Pedro termina dizendo para os funcionários que irá promover mudanças na empresa pensando neles, nos seus funcionários. Foi muito aplaudido. O Fantástico continua com essa série, emocionando o Brasil. Que continue assim. Parabéns a toda equipe de jornalismo da Rede Globe Globo de Televisão Até a próxima postagem. Texto digitado por Ana Claudia.